quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 – Edição Patativa de Assaré - resultado final


Cordelistas, pesquisadores, divulgadores, educadores e demais pessoas dedicadas à Literatura de Cordel. Saiu o resultado do Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel, edição 2010, do Ministério da Cultura. 

MinC republica lista dos classificados do Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel

Serão premiadas 200 iniciativas de criação e produção, pesquisa, formação e difusão da Literatura de Cordel e linguagens afins, no valor de R$ 3 milhões
O Ministério da Cultura publicou hoje (22 de dezembro) no Diário Oficial da União (Seção 3, páginas 42 a 45) o resultado dos recursos da fase de habilitação do Edital Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 – Edição Patativa de Assaré e republicou a lista com os classificados no edital. Os projetos não classificados têm prazo de cinco dias úteis para interpor recurso. Ao todo, o MinC recebeu 688 inscrições. Deste total, 617 foram habilitadas, sendo que 449 receberam a pontuação mínima exigida e, portanto, estão classificadas.
A lista com os classificados foi republicada por causa de um erro no sistema, que havia gerada uma listagem anterior incompleta. “A premiação valoriza a cultura do cordel como patrimônio imaterial do país”, afirma o diretor de Livro, Leitura e Literatura do MinC, Fabiano dos Santos Piúba.
Após a fase de análise dos recursos será divulgada a lista com os projetos selecionados, ou seja, aqueles que efetivamente vão ser premiados pelo Ministério da Cultura. Havendo disponibilidade financeira, o MinC poderá contemplar mais iniciativas por categoria.
Pela nova listagem, a Categoria Criação e Produção teve classificados 120 projetos de apoio à edição e reedição de folhetos de cordel – apenas 80 serão selecionados – e outros 89 para livros, CDs e DVDs – sendo que os 20 primeiros serão selecionados.
Na segunda categoria – Pesquisa (dissertações de mestrado, teses de doutorado ou reedição de livros) – foram classificadas 12 propostas, sendo que apenas 10 serão premiadas, conforme o edital.
Para a terceira categoria – Formação– foram classificadas 20 iniciativas já existentes e outras 60 novas iniciativas.  Esta categoria prevê o apoio a 50 projetos.
Em Difusão (eventos e produtos culturais que contribuam para a valorização e propagação da cultura popular, como feiras, mostras, festivais e outras iniciativas) foram classificadas 63iniciativas existentes e 85 novas. Serão premiados 30 projetos nesta categoria.
O resultado completo do edital encontra-se nos sites www.cultura.gov.br ehttp://mais.cultura.gov.br

2 comentários:

  1. Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Natal agradável, harmonioso e com sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Um abraço e fique com DEUS.

    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Conversando com o diabo.

    Andando por longa estrada,
    Quase toda ela esburacada
    Já quase no clarear do dia.
    Vi um vulto, todo rangendo,
    Uma capa preta se erguendo
    Chamei logo por virgem Maria.

    Não se apoquentes menino,
    Sou filho de João Severino
    Que era neto de cangaceiro
    Só estou aqui de passagem,
    Não ligue pra minha imagem
    O diabo é meu companheiro.

    Meu pai foi que fez o trato,
    Com um cara de pé de pato
    Que morava lá nos inferno.
    Não sei o que tá contratado
    Mas sei que fui condenado
    A ser seu escravo eterno.

    Não tenhas medo de mim,
    Pois eu sempre fui assim
    Feio e muito mal acabado.
    Sejamos só companheiros,
    Pois eu sou um cavalheiro
    Não temas ser maltratado.

    Fiquei com olhos fechados,
    Um pouco meio assustado
    Sem saber se era verdade.
    O vulto Foi rápido embora
    Estou tremendo até agora.
    Fugindo desta amizade.

    Voltei pra casa, correndo.
    Algo quente tava descendo
    Das minhas calças molhada.
    Foi o medo que lá passei
    E até agora mesmo não sei
    Se era uma alma penada.

    Paulo Luiz Mendonça
    Email pauloluiz41@hotmail.com

    ResponderExcluir