domingo, 8 de março de 2009

CORDEL & COTIDIANO

Imagem obtida em http://matheusfelini.com/.../2009/01/onibus-lotado.jpg

POESIA RECEBIDA

A poesia abaixo chegou ao Mundo Cordel em forma de comentário enviado pelo leitor Aluisio Dutra, de Patu-RN. Mas, uma obra dessas tinha que vir para a página principal!


VIAJAR EM "PINGA-PINGA"

Poeta Zé Bezerra

Patu-RN

-

O ônibus é um transporte

Que no trânsito é referência

A maioria do povo

A ele dá preferência

Mas se é um "pinga-pinga"

É preciso paciência.

-

Ele para em todo canto

o seu trajeto é assim

Para na pista, no beco

Em rua, praça e jardim

Mesmo uma distância curta

Parece que não tem fim.

-

Em todo lugar que passa

Desce gente, sobe gente

Há uns que conversam muito

Outros dormem facilmente

E vez por outra de leve

Escapa um ar diferente.

-

Aqueles que roncam muito

Tendo o corpo adormecido

Ao se mexer na cadeira

Escapa um "pum" espremido

Cuja fragrância é igual

Desodorante vencido.

-

Um canta e outro aboia

Um assovia, outro grita

Um bêbado fala besteira

Uma criança vomita

E um velho ressona alto

Que o canto da boca apita.

-

Se vão dez ou doze em pé

Ao passar por um buraco

O solavanco é tão grande

Que desmaia quem é fraco

Mas o pior é o bafo

Da catinga de sovaco.

-

Precisa manter a calma

Sem pra nada está ligando

Procurar se entreter

Sem ver o tempo passando

Para aguentar o ônibus

Parando de vez em quando.

-

Quem não quer sofrer maçada

E por qualquer coisa xinga

Para evitar desconforto

De imprensado ou catinga

Vá direto em seu carrão

Ou viaje de avião

Mas não vá em "pinga-pinga"

4 comentários:

  1. Quem viaja em pinga pinga/
    Na vida só faz sofrer/
    Pede a Deus para descer/
    E o onibus só fede a binbga/
    E muitos cheios de pinga/
    Cuspindo o salão do carro/
    Vem outro dar um escarro/
    A viagem é um tormento/
    Melhor é ir num jumento/
    Ou andar a pé no barro./


    //Anizio

    ResponderExcluir
  2. como se faz um blog?

    ResponderExcluir
  3. HEITOR FIGUEIRÔA18 de abril de 2012 07:43

    EU PEGUEI UM PINGA-PINGA
    DE RECIFE A SURUBIM
    E SENTOU-SE PERTO DE MIM
    UM CABRA CHEI DE CATINGA
    IA PRA TAQUARITINGA
    AQUELE REI DA NOJEIRA
    NÃO AGUENTEI A BOQUEIRA
    TAMBÉM SUVACO E CHULÉ
    PREFERI VIAJAR EM PÉ
    A ME SENTAR NA CADEIRA

    ResponderExcluir
  4. VIAJAR NO PINGA-PINGA
    NÃO SE TEM COMPARAÇÃO
    APESAR DO SOFRIMENTO
    A GRAÇA TÁ NA VISÃO
    OLHE PELO LADO BOM
    ME OUÇA COM ATENÇÃO

    GENTE FEIA E BONITA
    SE VÊ A TODO MOMENTO
    CADA COM UM ESTILO
    DANDO AQUELE ENCREMENTO
    NA VIAGEM BARULHENTA
    TUDO AQUILO É PASSA-TEMPO

    O BEBO QUE NOS FAZ RIR
    DISPACHANDO O MAU-HUNOR
    A CRIANÇA ADORMECIDA
    COM AR DE PAZ E AMOR
    DEIXA O DIA MAIS ALEGRE
    MELHORANDO NOSSO HUMOR

    PESSOAS INTERESSANTES
    PASSAM A SE CONHECER
    PERDURANDO A AMIZADE
    ALGO DE ORGULHO E PRAZER
    NA VIAGEM DO PINGA-PINGA
    QUE VIERAM A FAZR

    POR ISSO QUERO DIZER
    E QUEIRAM ME ESCUTAR
    VIAJA DE PINGA-PINGA
    NÃO DEIXE O ORGULHO ENTRAR
    VEJA O LADO BOM DE TUDO
    QUE A VIDA PODE NOS DAR

    LAÉCIO FERNANDES(MOSSORÓ-RN)

    ResponderExcluir